Detalhes do produto

Edição:

Amazon Independent Publishing

30 de março de 2017

Páginas:

196

ISBN:

978-1517005597

Dimensões:

Peso:

15.24 x 1.14 x 22.86 cm

268g

Idioma:

Português

DAQUELES ALÉM MARÃO

Manuel Amaro Mendonça

"Para além do Marão, mandam os que lá estão", é uma máxima que não se pode contestar. Gente dura, os transmontanos. São filhos da terra e das pedras: gerados sob o tórrido verão e embalados nas neves que coroam os montes e gelam as casas. Como o ferro bem temperado, das pedras herdaram a dureza e a força, e do sol o calor da simpatia e da lealdade. Vamos conhecer camponeses, guardadores de cabras e até salteadores. Mas seja na vivência de uma das muitas lendas da região, nas dores do amor, ou nas agruras das invasões napoleónicas, é a sua tempera que vai sobressair e, tal como o azeite na água, assim eles se distinguirão dos restantes. É deles que se fala neste livro, Daqueles Além Marão, que lá vivem, trabalham, riem e choram.

Prima um dos botões abaixo para encomendar

Alexandrina

Vila Nova de Gaia

Apreciei a forma fantástica como utilizou em todos os Contos (ou Narrativas) a riqueza da linguagem de um povo, que éramos e somos, a sua cultura, as suas crenças, os seus maldizeres, as suas desgraças, as suas lutas, as suas frustrações, a sua união e solidariedade sem limites, sempre que necessária. Enfim, conseguiu uma vez mais 'levar-me' até lá e mentalmente reviver aqueles episódios, alguns engraçados, outros até tristes, mas com uma escrita sempre tão envolvente, tão chamativa, que não nos deixa parar!
O Manuel Amaro faz o que gosta, gosta do que faz, e nós gostamos de o ler.
Chegada ao fim senti-me como uma criança que estando deliciada a comer um gelado, este lhe cai ao chão; já não há gelado!
Fico à espera do próximo.
Desejo-lhe as maiores felicidades e muitos sucessos a todos os níveis!
Um grande abraço de Parabéns

Adriano

Vila Nova de Foz-Côa

Mergulhar na escrita do amigo Manuel Amaro Mendonça, é uma viagem no tempo que nos transporta aos locais descritos, nos permite cheirar as comidas, o vinho, nos faz sentir como fazendo parte do enredo, tal a riqueza da descrição e de alguns termos que me lembram a minha meninice. Continue, fico à espera do próximo.

Jorge

Oliveira do Hospital


Vai ainda a meio a leitura deste livro, e já se solta das veias aquele sangue Transmontano que me vai dominando desde a nascença. Grato Manuel Amaro Mendonça pela forma como escreves estas histórias como que cavadas “à jeira” por essas terras Dalém Marão

Manuel

Santo Tirso

Adoro a forma como somos envolvidos nas histórias enquanto ficamos a conhecer alguns factos da nossa história

Elisabete

Porto

Antes de começar a ler já sabia que iria valer a pena, agora que acabei só posso dizer que soube a pouco.
Pequenas histórias que primam pela riqueza de pormenores e pela simplicidade com que nos são contadas, é difícil não ser-mos transportados para o local da ação e toda a história nos passa diante dos olhos como se de um filme se tratasse.
Mais uma vez o Manuel Amaro Mendonça está de parabéns.
Aguardo o próximo livro...

Diana

Coimbra

Só estou com pena porque já está a acabar 😢 estou a adorar!!! Que leitura fantástica...nem aptece parar, depois acaba rápido!!!continua a escrever que aguardo o próximo 😉 votos de muito sucesso!

Manuela

São Mamede de Infesta

Muito bom. Chega-se ao fim com prazer e apetece voltar a ler

António

Cascais

Foram 2 tardes bem passadas a ler o teu livro, histórias que nos levam a tempos idos e nos embrenhamos nos teus contos.

António

Cascais


Amaro foram 2 tardes bem passadas a ler o teu livro, histórias que nos levam a tempos idos e nos embrenhamos nos teus contos.

Manuela

São Mamede de Infesta


Muito bom. Chega-se ao fim com prazer e apetece voltar a ler

Diana

Coimbra


Só estou com pena porque já está a acabar 😢 estou a adorar!!! Que leitura fantástica...nem aptece parar, depois acaba rápido!!!continua a escrever que aguardo o próximo 😉 votos de muito sucesso!

Elisabete

Porto


Antes de começar a ler já sabia que iria valer a pena, agora que acabei só posso dizer que soube a pouco.
Pequenas histórias que primam pela riqueza de pormenores e pela simplicidade com que nos são contadas, é difícil não ser-mos transportados para o local da ação e toda a história nos passa diante dos olhos como se de um filme se tratasse.
Mais uma vez o Manuel Amaro Mendonça está de parabéns.
Aguardo o próximo livro...

 Visitantes

© 2015 Produções Debaixo dos Céus

  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Amazon - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

Porto Portugal

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now