História Interminável

Num turbilhão de luz Dei por mim sem saber como tinha chegado ali. E tive consciência de quem era. Criança inocente brincando com o presente acabado de receber. Sem ter noção das palavras, os dias eram de Verão, aquecidos pelo amor dos pais e dos avós. Os dias passam-se e cresci. As palavras fazem parte do dia-a-dia E centenas de estranhos fazem parte dos meus dias de Primavera Temperados e doces com os avós longe e os pais a distanciar-se. Em plena estação conheci o meu amor e deu-se inevitável casamento Aproximava-se o fim da Primavera quando conheci o meu filho. Era o fim de uma época quando ele crescia e meus pais se distanciavam Dias mornos de Outono salteados com chuva. O mundo muda-se

Publicações recentes
Busca por etiquetas
Segue-me nas redes
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
Consultar arquivo
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now