Tens Razão

Tens razão, aliás como sempre, Que há para dizer mais? Depois de tanto tempo sem falar, Tantas palavras que não foram ditas, Outras tantas que não foram preciso dizer. Durante tanto tempo, uma eternidade, me parece, Foste a minha Estrela da Manhã, A brilhar na génese do meu dia, Aqueceste-me e ofuscaste-me Com o teu calor e a tua luz Ao ser o meu Sol de meio-dia. E até pela noite estavas comigo, Lua cheia distante, Iluminando os meus passos nocturnos. E eu estava sempre contigo, E via-te sempre comigo, cabeça com cabeça, Olhos nos olhos. E era só fechar os olhos para sentir, O calor do teu rosto no meu, O toque aveludado dos teus lábios nos meus. Mas como sempre tens razão, Que há para dizer

Pacientemente

Também eu tinha tanto para te dizer e no entanto, nada saiu da minha boca, ficando tudo aprisionado no meu peito.Não é fácil, já o sabes, e nós só o complicamos mais ao querer viver este amor sofregamente em vez de o deixar viver cada minuto ao seu próprio tempo.Já o dissemos várias vezes e é verdade, aprendemos muito um com o outro nestes tempos e tu estás a aprender a ser paciente e eu a ser mais impaciente.Queria dizer-te tanta coisa…E o tempo escoava-se rapidamente, a areia corria na ampulheta inexoravelmente, minuto após minuto, hora após hora, dia após dia até chegar a altura.E essa altura chegou e eu cego pelas circunstâncias não consegui sequer um minuto para me despedir de ti conven

Publicações recentes
Busca por etiquetas
Segue-me nas redes
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
Consultar arquivo
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now