Criação

O mundo era jovem e as estrelas crianças reluzentes, E nós, os Primeiros daquela raça. Éramos luz e promessa de vitória, A Esperança tornada vida. Os rios eram cristalinos cheirando a alfazema, Cantando histórias das suas viagens. Os animais, nossos companheiros, Acompanhavam-nos e falavam-nos com alegria. Naquele tempo, o mundo era virgem, E nós os futuros donos. Naquele tempo em que o mundo era jovem, Éramos apenas crianças, Vigiadas ternamente pelo Bom Pastor, Que olhava carinhosamente a sua Criação. Mas não seriamos crianças para sempre E o brilho do Conhecimento Refulgiu nos nossos olhos ingénuos, Abrindo-os e enchendo-os de Sabedoria, De Bondade e de Maldade. E de repente sabiamos quem

Publicações recentes
Busca por etiquetas
Segue-me nas redes
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
Consultar arquivo
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now